FANDOM


lveWikiEsboço Esboço
Esta página é considerada um esboço pelo editor. Existem dois motivos para isto:
- Informações podem estar faltando, ou elas não estão confirmadas e com referência ou o último editor não à considerou como tendo informações básicas suficiente.
- Erros de gramática podem ser encontrados, sendo necessário uma revisão.

WikiAviso Todas as informações sobre este planeta são consideradas desatualizadas, uma vez que são da época de lançamento do primeiro jogo, StarCraft II: Wings of Liberty. Com o lançamento das campanhas seguintes (Heart of the Swarm e Legacy of the Void) e do pacote de missões, acontecimentos importantes desenvolveram à história da franquia a ponto de o planeta e suas característica terem sido alterados. A versão da wiki em inglês oferece informações sobre tais acontecimentos para quem esteja interessado nesse primeiro momento.

Um mundo independente temperado, Shiloh foi ignorado por muito tempo por colonizadores devido à sua constituição geológica pobre em minérios. Preferiam antes colonizar os planetas aptos a sustentar a manufatura e o comércio espacial. Shiloh só passou a atrair colonizadores quando estes mundos mais ricos em minérios já haviam sido todos povoados.

Este mundo compensa a falta de minérios básicos e preciosos com abundância de terra e um clima perfeitamente habitável em toda sua extensão. Isso acabou atraindo uma combinação única de ricos latifundiários, agricultores e jovens famílias à procura de um estilo de vida mais pacato que as cidades dos planetas principais. Disto resultou a venda de grande porção das terras nos vales férteis do território para organizações com cacife para adquiri-las. Os demais colonizadores tentaram adquirir o território restante, em sua maioria terra seca, rochosa e alcalina. Apesar de avanços na área agrícola e genética, esses colonizadores penavam para lucrar com suas terras, principalmente aqueles que não tinham recursos para a compra de maquinaria pesada. Muitas fazendas menores acabaram falindo, fazendo seus proprietários retornarem para os planetas principais com o pouco que lhes restaram. Os que conseguiram sobreviver a este duro período inicial logo se uniram numa comunidade rural única, cuja cultura era baseada em força, perseverança e autonomia.

Desde então, Shiloh é reconhecida como um reduto paradisíaco nos confins do universo. Dada sua escassez de recursos, tecnologia e população, o planeta não sofreu tanto com os conflitos, guerras e invasões que devastaram tantos outros planetas do setor. A Confederação chegou a depender muito da sua produção agrícola. Mesmo com essa prosperidade, muitos fazendeiros sofriam nas mãos do governo, que não repassava as verbas prometidas. A situação melhorou um pouco com o programa de subvenção agrícola implementado pelo governo, mas o descontentamento geral ainda é palpável.

Vale também lembrar que Shiloh é o planeta natal de Jim Raynor, herói de guerra, forasteiro, marechal da Confederação e rebelde. Filósofos contemporâneos chegaram até a propor que o caráter pacato deste mundo influenciou Raynor moral e politicamente, e que a natureza anti-governamental daqueles que o criaram explica a sua vida em conflito com a Supremacia. O planeta Shiloh é vítima de um policiamento maior por parte das forças militares do governo desde então, o que tem deixado os fazendeiros ainda mais inquietos, pois não se sabe se a Supremacia está à procura de possíveis rebeldes como Raynor ou se está mostrando seu poderio para prevenir novos dissidentes. Seja como for, a situação atual não durará por muito tempo.

Dados do PlanetaEditar

População: 255.000.000 terranos

Fidelidade: Supremacia Terrana

Diâmetro/Gravidade: 10.694 km; 0,98 do padrão

Inclinação Axial/Clima: 5,8 graus; +/- 27º Celsius, nível baixo de umidade

Geografia/Assentamentos: 3 oceanos, 4 mares ou lagos de porte, 3 continentes; 6 colônias, 18 povoados

Lua: 1 – Bivaque

Terreno Dominante: Planície temperada/savana/tundra

Formas de Vida Dominantes: Supremacia Terrana

Formas de Vida Indígena: sapo de chifre curvo, nerrat

Importações: metais, eletrônicos, equipamentos agrícolas

Exportações: Grãos e outros produtos agrícolas

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.